Estudo aponta para aumento de riscos de fraudes nas empresas

Estudo aponta para aumento de riscos de fraudes nas empresas

Os riscos de fraudes na segurança de computadores ou redes empresariais vêm crescendo consideravelmente no Brasil e no mundo. Essas são algumas das conclusões de um estudo realizado pela Deloitte intitulado “Risk Intelligent governance in the age of cyber threats”.

O estudo, que levou em consideração outros levantamentos para ser elaborado, aponta que, em 2011, as organizações ouvidas sofreram uma média de mais de um ciberataque bem-sucedido por semana, o que representa aumento de 44% em comparação com 2010.

“As empresas, de modo geral, não devem mais se questionar sobre a possibilidade de um ataque desse tipo acontecer. É bem provável que ele já esteja acontecendo”, destaca André Gargaro, sócio da área de Gestão de Riscos Empresariais da Deloitte.

Os ataques cibernéticos, indica o estudo, podem prejudicar um negócio de várias formas, desde a simples vandalização do site, chegando até ao desligamento de redes ou fraudes e roubo de propriedade intelectual.

No Brasil, indica a Deloitte, com exceção da indústria financeira, a preparação das companhias ainda é muito reativa em relação à proteção. Apenas depois da ocorrência de um evento considerável é que as corporações começam a se preocupar com medidas para evitar impactos de outros ataques.

“O ideal é se antecipar aos possíveis ataques por meio do conhecimento de seus potenciais invasores e das formas como eles agem. As empresas precisam investir de forma mais eficiente em ferramentas, pessoas e processos”, aconselha Gargaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *