Seis aparelhos Android para todos os bolsos

Seis aparelhos Android para todos os bolsos

 

Quer comprar um smartphone ou tablet neste final de ano?  Não se preocupe, nesta matéria temos ao todo seis aparelhos, quatro smartphones e dois tablets, em várias faixas de preço. Assim você não vai precisar sacrificar o presente da tia para conseguir o smartphone que tanto quer. Falando em preços, os os preços mencionados aqui são os preços médios de mercado e levam em consideração aparelhos desbloqueados, sem subsídios das operadoras.

Smartphones

Para quem não pode gastar muito: LG Optimus Me (R$ 350)

LG Optimus Me: capas coloridas para personalizar

Equipado com uma tela de 2.8” e câmera de 3 MP, o LG Optimus Me consegue ser um dos smartphones Android mais baratos atualmente no mercado nacional, sem sacrificar recursos que fazem a diferença no dia-a-dia, como a qualidade da câmera ou a tela multitoque.

Há concorrentes que são melhores em um ou outro quesito, mas nenhum é tão equilibrado e barato. E há um diferencial: ele vem com três tampas traseiras em diferentes cores, para que você possa mudar o visual do aparelho ao seu gosto.

Versátil e poderoso para o dia-a-dia: Sony-Ericsson Xperia Neo (R$ 900)

Sony-Ericsson Xperia Neo: câmera excepcional

Com um processador de 1 GHz e rodando o Android 2.3, o Xperia Neo é um smartphone com poder de sobra para todas as tarefas do dia-a-dia, do e-mail aos jogos mais sofisticados, e de quebra tem uma das melhores câmeras que já vimos em um smartphone. Com sensor de 8 MP, sob a luz do dia ele faz fotos capazes de rivalizar com uma câmera doméstica de baixo custo, e nas fotos noturnas fica acima da média.

E como se isso não fosse o bastante, a autonomia de bateria é ótima: estimamos em mais de 19 horas de uso típico.

Poder sem limites: Samsung Galaxy S II e Motorola RAZR (entre R$ 1.600 a R$ 1.999)

Galaxy S II vs. RAZR: páreo duro

Nesta categoria não há como mencionar apenas um aparelho. Se dinheiro não é problema, o Samsung Galaxy S II e o Motorola RAZR são os smartphones Android mais poderosos atualmente no mercado.

Ambos tem poderosos processadores dual-core, belíssimas telas de 4.3 polegadas, ótimas câmeras de 8 MP e rodam a versão mais recente do sistema operacional da Google (Android 2.3 “Gingerbread”), com atualização já prometida para o novíssimo Android 4.0 “Ice Cream Sandwich” em 2012.

Qual deles é o melhor é uma questão de gosto. O Galaxy S II tem uma bateria com maior autonomia e mais memória interna, por exemplo, mas em contrapartida o RAZR tem uma tela com resolução mais alta e, com os acessórios certos (como a nova Lapdock 100 da Motorola), pode até virar um “netbook”. O que é mais importante para você?

Tablets

Seu primeiro tablet: Samsung Galaxy Tab (R$ 850)

Samsung Galaxy Tab: versátil e acessível

Com mais de um ano de mercado, o primeiro Galaxy Tab, com tela de 7”, já é “velhinho” em termos digitais. Ainda assim permanece o tablet Android mais barato disponível no mercado nacional.

O processador de 1 GHz é poderoso o suficiente para o dia-a-dia, a bela tela responde muito bem aos toques e, dependendo do modelo, há até mesmo recursos como um sintonizador de TV digital e analógica.

É verdade que ele roda uma versão do Android originalmente projetada para smartphones (2.3) em vez do Honeycomb (3.x) criado sob medida para tablets, mas isso não o impedirá o usuário de navegar na web, acessar redes sociais, ler e responder e-mail, assistir vídeos ou jogar. E com uma autonomia de bateria de quase 10 horas, você irá fazer isso por muito tempo.

Um tablet dois-em-um: ASUS Eee Pad Transformer (R$ 1.500 pelo tablet, R$ 500 pelo teclado)

ASUS Eee Pad Transformer: um tablet que vira netbook. Ou será o contrário?

Dois pelo preço de um: esta é a proposta da ASUS com seu Eee Pad Transformer. Além de um bom tablet Android 3.x, ele também se transforma em um “netbook” com um teclado opcional, que ainda por cima tem um trackpad, portas USB, leitor de cartões e uma bateria extra.

O processador dual-core Nvidia Tegra 2 rodando a 1 GHz garante o desempenho, e a belíssima tela IPS de 10.1” garante que você vai conseguir ver tudo o que está acontecendo, não importa de que ângulo esteja olhando para o tablet. A autonomia de bateria do tablet sozinho é de cerca de 8 horas, mas ela pode chegar a 16 horas com a bateria extra embutida no teclado.

Nos EUA, a ASUS já anunciou um sucessor, o Eee Pad Transformer Prime com um processador quad-core, o que deve fazer o preço do Transformer original cair em breve. Se você vir uma oferta, não tenha medo e aproveite. Ele não ficará “obsoleto” tão cedo, e a ASUS já anunciou para 2012 uma atualização para o “Ice Cream Sandwich”, a mais nova versão do sistema operacional da Google.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *