Como Se Proteger de Golpes de Engenharia Social e Fraudes de Cartão de Crédito

Como Se Proteger de Golpes de Engenharia Social e Fraudes de Cartão de Crédito

No atual cenário digital, onde a segurança financeira é primordial, estamos testemunhando um aumento alarmante em golpes sofisticados que visam usuários de cartões de crédito. Essa tendência crescente, impulsionada pela evolução tecnológica e pela maior dependência de transações digitais, representa uma ameaça significativa para consumidores e instituições financeiras.

Técnicas de engenharia social, que incluem ligações e mensagens falsas induzindo as vítimas a contatarem números 0800 fraudulentos, estão se tornando comuns. Esses golpistas, armados com táticas cada vez mais sofisticadas, buscam obter informações confidenciais ou realizar transações financeiras ilícitas. Eles costumam usar argumentos convincentes, imitando a linguagem e os procedimentos típicos dos bancos, para enganar suas vítimas.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) alerta para esses esquemas, onde os fraudadores informam sobre transações suspeitas de altos valores e direcionam as vítimas para um falso serviço de atendimento. Ao entrar em contato com esse número, os golpistas conduzem a conversa para extrair dados pessoais e financeiros. A Febraban também destaca um aumento nos relatórios desses golpes, enfatizando a necessidade de maior conscientização e prevenção.

Esses golpes não se limitam a ligações telefônicas. Mensagens via SMS ou aplicativos também são utilizadas, alegando problemas com cartões, contas ou compras inexistentes. Os golpistas frequentemente empregam artifícios como alertas de milhas ou pontos prestes a vencer, pressionando as vítimas a tomar ações rápidas. Esta abordagem multifacetada aumenta a eficácia dos golpistas e cria desafios adicionais para a segurança cibernética.

Para se proteger dessas ameaças, é essencial seguir algumas práticas:

  1. Desconfie de qualquer comunicação solicitando informações pessoais ou financeiras.
  2. Não responda nem realize ligações para números fornecidos em mensagens suspeitas.
  3. Sempre use os canais oficiais de comunicação dos bancos para qualquer consulta ou esclarecimento.
  4. Fique atento aos pedidos durante o contato com centrais de atendimento e evite fornecer senhas ou realizar qualquer operação financeira por telefone.

É importante notar que os bancos nunca solicitam dados como senhas ou tokens em ligações telefônicas e não pedem transferências ou pagamentos para regularizar contas. Ao receber uma ligação suspeita, a recomendação é desligar e contatar seu banco por meio dos canais oficiais.

Adicionalmente, vale a pena mencionar o impacto desses golpes na confiança do consumidor e na integridade do sistema financeiro. Os prejuízos não são apenas financeiros, mas também afetam a reputação das instituições e a segurança dos clientes.

Compartilhe esta informação e ajude a criar um ambiente digital mais seguro! Juntos, podemos aumentar a conscientização e reduzir o risco de fraudes financeiras.

Quer melhorar a segurança digital da sua empresa?

A Winco desenvolve há mais de 20 anos soluções de conectividade e segurança digital corporativa para a máxima proteção dos dados da sua empresa. Conheça os nossos produtos:

WincoFirewall – Solução completa UTM com Filtro de Conteúdo.
Winco Talk Manager – Monitore e grave o Whatsapp e o Skype de sua empresa
Winco DDNS – Acesse facilmente na internet suas câmeras, computadores e outros dispositivos.
Cloud VPN – Solução simples e segura para as conexões remotas da sua empresa.

Os comentários estão fechados.