Boas práticas para redes com múltiplas conexões à internet

Boas práticas para redes com múltiplas conexões à internet

Por Ariel Nigri

Já falamos há duas semanas da importância de ter mais de uma conexão à internet em empresas para que não haja interrupções no trabalho. Agora vamos abordar as melhores práticas e alguns problemas que acontecem quando se utilizam várias conexões internet simultaneamente, fazendo o que é chamado de “balanceamento de links”.

 

Se possível, tenha conexões com velocidades parecidas

 

Para utilizar várias conexões ao mesmo tempo, é muito importante que as velocidades de acesso sejam semelhantes. Se não forem, sempre que o usuário pegar a conexão mais lenta, vai achar que a internet está “ruim”, porque estará pior do que era quando ele pegou a conexão rápida.

Além da velocidade, um fator muito importante, mas bastante desconhecido, é a “latência”. Ela mede o tempo necessário para que um único byte saia do seu computador e chegue num servidor remoto. Embora a latência esteja relacionada à velocidade da conexão, algumas tecnologias possuem uma latência muito elevada para velocidades relativamente altas, como as redes 3G e as conexões via satélite (que apresenta a maior latência que eu já vi).

Portanto, se for para usar simultaneamente duas ou mais conexões, procure não misturar banda larga terrestre (ADSL, cabo, IP direto, rádio) com tecnologias 3G e satélite, porque o resultado não é bom. Se não houver dois provedores de links terrestres na sua região, é melhor operar no modo “backup”, ou “fail-over”. Neste modo, a conexão pior só é usada quando a principal está ruim.

 

Coloque os serviços de e-mail com uma conexão preferencial

 

Servidores de e-mail são bastante sensíveis ao endereço de origem das conexões por causa de problemas como SPAM e autenticação. Se você configurar os serviços de e-mail para utilizar cada vez uma conexão diferente, podem ocorrer erros de entrega de mensagens que não são fáceis de reproduzir, e isto irá dificultar o diagnóstico. Além disso, normalmente o tráfego de e-mail não é muito relevante perto do total e sendo assim não há vantagens em distribuí-lo por várias conexões.

 

Problemas gerados pelo acesso a partir de vários endereços IP

 

Ao utilizar múltiplas conexões internet simultaneamente, a rede é percebida pelos servidores internet como se fossem várias redes desconectadas. Isto ocorre porque cada conexão internet tem o seu próprio IP, e este comportamento pode gerar problemas. O Winconnection está preparado para lidar com estas questões automaticamente, e elas estão aqui descritas só para conhecimento, ou para quem ainda não tem o Winconnection 7.

 

  • Acesso ao servidor DNS do provedor

 

Este é um servidor disponibilizado pelo seu provedor de acesso para que sua conexão funcione, traduzindo em endereços IP os nomes dos sites acessados. No momento em que se estabelece uma conexão com a internet, o endereço IP do servidor DNS é passado do seu provedor para o seu roteador ou gateway. Cada servidor DNS só responde às requisições feitas através da conexão do próprio provedor. Porém, como o Windows não entende esta restrição, ele irá tentar acessar o servidor DNS de um provedor através da conexão do outro provedor e isso causa problemas.

 

  • Sessões dos usuários

 

Este é um problema muito comum em sistemas de internet banking. Quando um usuário faz o login no site do banco, o endereço IP usado para acessar o banco é registrado na sessão do usuário. Se este endereço IP mudar, o banco muitas vezes considera que a sessão foi encerrada e joga o usuário para a tela de login novamente. Para que este tipo de site funcione, é necessário manter uma tabela que enumera as sessões abertas pelo usuário nos sites remotos, e utilizar sempre a mesma conexão que estiver associada à sessão do usuário.

 

Em resumo, com um bom “balanceador de links”, é possível ter uma velocidade equivalente de internet bem alta para a sua rede com a simples contratação de serviços de banda larga da sua região, e funcionando tão bem quanto conexões dedicadas de alta disponibilidade e alto preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *