Quais dados o seu smartphone está vazando sobre você?

Quais dados o seu smartphone está vazando sobre você?

“artigo retirado do AVG Official Blogs”
por Michael McKinnon

 

What data is your smartphone leaking about you?

 

Você está dormindo quando o alarme do seu smartphone te acorda, como acontece em todas as manhãs. Você o alcança para desligá-lo (e não para colocá-lo na soneca!), mas então, rapidamente você já está verificando o tempo, olhando seus e-mails e lendo os posts noturnos no Facebook. Isso soa familiar?

 

E naqueles primeiros minutos de cada dia, você gera dezenas de pacotes de dados que permanecem no seu caminho através da Internet contendo fragmentos de informações sobre você, quer você goste ou não.

 

Esses pacotes de dados contêm os endereços e conteúdos de sites que você visita, ou informações pessoais como nomes de usuários e senhas, ou até mesmo a sua localização – o que o seu smartphone usa para que ele possa buscar a última previsão do tempo para você.

 

Enquanto muitos pacotes de dados que atravessam o mundo conectado em seu nome estão protegidos com criptografia quando eles deixam o seu dispositivo móvel, em alguns casos, os dados não são criptografados e se tornam vulneráveis. E, independentemente de haver ou não alguém que está tentando te espionar, o ponto aqui é que você nunca saberá.

 

Apesar da crescente preocupação global sobre a importância da privacidade, você pode se surpreender ao saber que, historicamente, e até hoje, a maior parte do tráfego na Internet ainda não é criptografado.

 

Para a maior parte, as coisas realmente importantes são criptografadas, como transações bancárias, formulários seguros, logins de sites e transações de comércio eletrônico. Mas, como todos nós continuamos a entender as implicações de vazamento de dados aparentemente inofensivos, e como nós fiscalizamos fortemente os operadores de rede e outras partes que possam estar interessadas em nossos dados, há uma crescente pressão para criptografar tudo.

 

Este Podcast do Steve Henn para a NPR, intitulado “Project Eavesdrop” recentemente observou o quanto de conhecimento pode ser adquirido por um intruso ao analisar apenas uma semana de tráfego de dados interceptado de uma rede de escritório. Muita coisa, ao que parece.

 

A boa notícia, porém, é que muitos dos grandes operadores ​​na Internet estão aproveitando, talvez em resposta às revelações do Snowden, e também para o feedback de pesquisadores e usuários interessados, para proteger e criptografar o máximo do tráfego de rede que eles conseguirem.

 

Aqui estão algumas dicas contra espionagem para você considerar com seu smartphone ou tablet:

 

* Saiba quais são os aplicativos que têm permissão para transmitir a sua localização, e desative-os se não for necessário.

 

* Ao utilizar as redes públicas com Wi-Fi gratuito, esteja sempre consciente de que alguém pode estar espionando os seus dados – e tente evitar transações bancárias ou enviar todos os detalhes do cartão de crédito enquanto estiver conectado a eles. Se disponível em sua área, uma alternativa fácil é usar a conexão de dados 3G ou 4G.

 

* Certifique-se de que sua rede doméstica Wi-Fi está protegida com uma senha forte e segura para evitar espionagens quando você está em casa; isso também pode evitar que seus vizinhos usem  a sua Internet de graça.

 

 

* Mantenha todos os seus dispositivos e aplicativos instalados atualizados com as versões mais recentes; você vai se beneficiar já que mais desenvolvedores começam a se tornar mais experiente com relação à privacidade através da implementação de criptografia para proteger seus dados.

 

* Se tiver quaisquer sites que você visita regularmente, que também suportam HTTPS (com “S” extra no final, é a versão mais segura do HTTP) tente acessá-los dessa forma e atualize seus favoritos com os links seguros para esses sites.

 

Até a próxima, mantenha-se seguro!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *